domingo, 23 de setembro de 2012

O BEM MAIS PRECIOSO QUE TEMOS: O TEMPO

O tempo é parte de nossa vida humana, exatamente porque ele é dinâmico e passageiro, embora, infinito.
Qualquer um de nós pode eleger o tempo como companheiro e amigo e teremos várias razões para tal escolha:
- O tempo consolida as virtudes verdadeiras e liberta-nos das falsas ilusões, levando-as com ele;
- O tempo é favorável às boas intenções e à boa vontade, fortalecendo-as e  tornando possível a concretização dos sonhos;
- E apesar da presença de Deus ser atemporal, podemos dizer que essa presença está intimamente ligada ao tempo, porque:
* Nós não o vemos, mas ele está sempre aí;
* Nós não o tocamos, mas o vivenciamos;
* Nós não o ouvimos, mas ele tem uma canção profundamente silenciosa;
* Jamais o deteremos, pois ele sempre se vai... ele não cabe em nossos esquemas, não se deixa aprisionar por nossas mentalidades confusas e estreitas.
O tempo é amplitude, é infinito, não depende de nossos limitados projetos; pelo contrário, tudo o que projetamos deve submeter-se a ele, pois como amigos do tempo, aprendemos a esperar e também a confiar.
E quer queiramos, quer não, o tempo nos amadurece toda vez que nos entregamos amorosamente a ele, ou adoece-nos quando tentamos segurá-lo e contra ele em vão tentamos lutar.
Portanto, aceitar o tempo como amigo, é uma questão de opção, que uma vez amadurecida, poderá nos causar grande paz e trazer muitas alegrias.

domingo, 9 de setembro de 2012

NOSSO ALIMENTO: A PALAVRA DE DEUS

"Nem só de pão vive o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus".


Essas palavras de nosso Senhor Jesus Cristo , evocam uma adesão pessoal de cada homem e de cada mulher, à Santa Palavra de Deus. Convidam-nos e convocam-nos a priorizar a Palavra acima de todo e qualquer "alimento" que julgamos importantes para o nosso existir.
Alimentar-se dia após dia da Palavra que vem diretamente de Deus, é uma graça, imensurável e inatingível, para nós, humanos, que almejamos a transcendência e que buscamos o que está para além de nossa existência terrestre.
Aquele que torna a leitura da Palavra um hábito, tal qual o alimento de cada dia, fortalece-se integralmente. Sim, porque a Palavra nutre todo o ser do homem e da mulher. E assim, como o alimento dá vida e vigor ao corpo, a Palavra dá vida e vigor ao espírito. Deste modo , os frutos que emanam deste espírito, consequentemente, são os almejados e desejados pelo próprio Deus.

Bem aventurados os que vivem da Palavra; e bem aventurados, também, serão os que com eles convivem.